Laura

Laura

 

Inicialmente a produção era simplesmente artesanal. Hoje, a marca fabrica tudo o que a imaginação entender como itens para casa e moda. Saiba mais, sobre a dama galesa, Laura Ashley.

 

 

design+divina+proporcao+elaine+hipolito

 

Ela (1925 a 1985) construiu um império. Seus tecidos são românticos e mapeiam os desejos mutáveis ​​das mulheres britânicas. Até hoje, seus vestidos são vendidos com ajuda de um foco suave, calcado em fotografias bucólicas de mulheres jovens caminhando por campos de milho com chapéus flexíveis que atravessam o tempo e marcam o gosto britânico. Esse olhar inspirou outros estilistas daquele  país a criarem inúmeros produtos domésticos, incluindo cerâmicas.

Laura desenvolveu a primeira rede de rua a comercializar um ideal de vida rural para os consumidores. Ao lado de seu marido Bernard, na década de 1970, emplacou padrões floridos de sua marca que combinavam bem com o despojamento hippie.  Seus desenhos rejeitavam totalmente a sofisticação da cidade.

A casa de moda, dirigida por Ashley, alcançou  auge em popularidade na década seguinte. Ela voltou-se para um visual mais nítido e elegante.  O amor da princesa Diana, pelas roupas de Laura, inspirou muitos a comprarem tecidos da marca. 

Entretanto, a própria designer, que nasceu em Dowlais, Merthyr Tydfil, Gales, não era fã de babados ou de rendas. Preferia pijamas de algodão e trajes de trabalho de linho que a nortearam durante sua rigorosa infância (religiosa) batista e eduardiana. Dowlais (Hebron) era uma língua galesa e, embora não pudesse entendê-la, adorava, especialmente o canto. 

Educada na escola de Marshall em Merthyr Tydfil até 1932, foi, então, enviada para a escola de Elmwood, Croydon. Voltou para o País de Gales aos 13 anos, como outros  tantos da Segunda Guerra Mundial.

Em 1942, aos 16 anos, deixou a escola e serviu no Serviço Naval Real das Mulheres. No período, conheceu o engenheiro Bernard Ashley. Depois da guerra, ele foi enviado para a Índia, e o casal passou a se corresponder por carta, enquanto, Laura trabalhava como secretária da Federação Nacional dos Institutos Femininos em Londres.

Casaram-se em 1949. Depois, enquanto criavam dois de seus filhos, ela realizou um trabalho de desenvolvimento sobre colchas para o Instituto da Mulher. Repaginava o ofício que aprendera com a avó. Começou a produzir lenços de cabeça, guardanapos, toalhas de mesa e toalhas de chá.

 

Início do negócio próprio

 

 design+divina+proporcao+elaine+hipolito

 

O casal investiu 10 libras em madeira para comprar molduras, telas, tintas e alguns metros de linho e iniciar a empresa familiar. A inspiração de Ashley para produzir tecidos impressos veio de uma mostra tradicional do Instituto de Artes Manuais do Victoria & Albert Museum.  Logo as vendas tornaram-se bem-sucedidas. Bernard deixou seu emprego para imprimir tecidos em tempo integral. A empresa foi originalmente registrada como Laura Mountney (nome de solteira), mas o marido mudou para Laura Ashley porque achava que o nome de uma mulher era mais apropriado para o que faziam.

Em 1960, quando o terceiro dos seus quatro filhos nasceu, a família mudou-se para o País de Gales. A primeira loja de Laura Ashley foi inaugurada em 1961.  Nela, vendiam-se méis produzidos localmente, bengalas entre outros produtos. Aqui Laura trabalhou com uma costureira para introduzir suas primeiras incursões na moda, fazia blusas, camisas e aventais de jardinagem.  O assombroso sucesso dessa indústria artesanal expandiu-se para os interiores. Para a decoração foram elaborados papéis de paredes, tecidos, luminárias, móveis etc.

 

design+divina+proporcao+elaine+hipolito

 

Em 1985, logo após o seu 60º aniversário, Laura Ashley caiu das escadas da casa de sua filha e foi levada para o hospital, onde morreu dez dias depois de uma hemorragia cerebral. Sir Bernard Ashley faleceu de câncer em fevereiro de 2009.  

A Laura Ashley Foundation foi criada em 1987 para ajudar pessoas a perceberem seu potencial e liberarem talentos. A marca inspira novos designers.

 

Conheça a loja Eh! //elainehipolito.com.br/loja 

 

Dicas Eh!:  a Trousseau participa do Brazil Fashion Fórum, que está acontecendo hoje em Miami. Comandada pelo casal Adriana e Romeu Trussardi, a marca brasileira, que já é comercializada nos Estados Unidos, tem mais de 2500 produtos de cama, mesa, banho e acessórios. No evento, a  Trousseau terá uma pop up com um mix de produtos que poderão ser adquiridos pelo seu e-commerce.

A CasaCor Miami, a melhor e mais completa mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas, realiza a sua segunda edição. Em parceria com a Swire Properties e apresentada pela Consentino, a CASACOR Miami acontece no edifício Brickell City Centre. De 30 de novembro a 16 de dezembro/2018.

 

 

#jardinagem #paisagismo #design #designdeinteriores #elainechipólito #elainehipólito #home #casa #arquitetura #eventos #família #reuso #reciclagem #decora #beleza #cuidadospessoais #pet #decor #decoração #beleza #cuidadospessoais #deusnocomando #acunpuntura #21dias #afirmacoespositivas #autocura #causa #comoajudarooutro #constelacaofamiliar #conversamental #cura #fé #sensitivos #curadaalma #desenvolvimentodoser #EFT #espiritualidade #físicaquântica #hooponopono #insigths #lições #oracao #palavrasdecura #reprogramaçãomental #técnicadeEFT #gastronomia #culinária #aproveitamentoinegraldosalimentos

 

Compartilhe....
Photo By: reprodução